Conselho Diretivo:

Orçamento do Estado 2020

O Presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) disse hoje reconhecer que o Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) contém “aspetos relevantes e úteis” para as autarquias, mas lamentou que, “por 35 milhões de euros”, a Lei das Finanças Locais não seja integralmente cumprida. ler mais

CD02111

 

ANMP assinou contrato de empreitada

de ampliação do edifício sede da Associação

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) assinou com a empresa Rosete – Engenharia e Construção, Lda., o contrato de empreitada de ampliação do edifício sede da Associação, situado na Avenida Marnoco e Sousa, em Coimbra. ler mais

AN012301

 

 Conselho Geral aprovou

parecer do Conselho Diretivo

O Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) aprovou, por unanimidade, o parecer desfavorável à Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2020 proposto pelo Conselho Diretivo da Associação. ler mais


O Conselho Diretivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses decidiu emitir parecer desfavorável à Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2020 ler mais |  Parecer da ANMP

 

CG0012102

 

 

 

 

CÓDIGO DE CONDUTA: ()  Documento .PDF | Formatos editáveis: MS Word (.docx) -  OpenDocument Text (.odt)

 

 

Smart Cities Tour
Workshops
Fevereiro a Novembro 2020
  • 12.02 Cidade Circular, Valongo - Programa | Nota de agenda
  • 27.05 Smart Grids e Comunidades de Energia Zero Carbono, Évora
  • 30.06 Mobilidade Sustentável, Covilhã
  • 29.09 Smart Tourism, Monchique
  • 04.11 Inovação Inteligente, Oeiras

  • 25.11 Cimeira dos Autarcas, Coimbra
mais informação

imagem101

 

XXIV Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses

Informações |   Documentos  

Banner 1024x300px v2

 

 

POSIÇÃO DA ANMP RELATIVA AO RELATÓRIO

DA AUDITORIA DO TRIBUNAL DE CONTAS

AOS PLANOS MUNICIPAIS DE DEFESA DA FLORESTA CONTRA INCÊNDIOS

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) analisou o Relatório Global da auditoria do Tribunal de Contas aos Planos Municipais de Defesa da Floresta contra Incêndios (PMDFCI) e respetivos Planos Operacionais Municipais (POM), verificando que esta auditoria incidiu apenas sobre 32 Municípios e o período compreendido entre 2015 e 2017. ler »»»

PGI190903

Sondagem realizada pela Pitagórica a pedido da ANMP

92% dos portugueses acredita que as autarquias
são importantes para o bem-estar das populações

Coimbra, 12 de novembro de 2019 – Os portugueses têm globalmente uma opinião positiva sobre os autarcas e o papel das autarquias nas suas vidas, de acordo com uma sondagem encomendada pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) à Pitagórica. Os números não deixam margem para dúvidas - a esmagadora maioria dos inquiridos (92%) defende que as autarquias são importantes para o bem-estar das populações. As autarquias são também vistas como importantes para o bom funcionamento (90%) e para a modernização do País (89%), assim como pilares da democracia (87%).

A boa imagem que os portugueses têm das autarquias é extensível aos autarcas que as dirigem e a todos os funcionários que lá trabalham. Mais de metade dos portugueses que responderam ao inquérito confiam nos Presidentes de Câmara (57%) e nos vereadores eleitos (52%), sendo que o funcionamento dos serviços das autarquias é visto como globalmente positivo por 76% dos inquiridos. Números que demonstram a satisfação dos portugueses com o poder local.

Para Manuel Machado, presidente da ANMP, estes números comprovam a confiança que os portugueses têm no Poder Local e o reconhecimento da competência e da qualidade dos autarcas que elegem para liderar os executivos municipais.

O estudo revela ainda que 65% dos portugueses acredita que os autarcas são úteis, modernos (58%) e que não ficaram parados no tempo, estando em evolução (57%). A imagem dos autarcas é globalmente positiva para 63% dos portugueses.

Os portugueses identificam ainda a ANMP enquanto representante de todos os municípios, sendo que 52% dos inquiridos reconhecem que a Associação é importante para bom funcionamento das autarquias.

Esta sondagem foi realizada pela Pitagórica para a Associação Nacional de Municípios Portugueses em outubro de 2019. O universo alvo é composto por indivíduos com 18 ou mais anos. Foi realizado o estudo quantitativo com recurso a entrevistas telefónicas, através do sistema CATI. Foi utilizada uma amostragem mista, estratificada por distrito, género e idade. A amostra obtida é de 573 indivíduos. Para um grau de confiança de 95,5%, a dimensão desta amostra representa uma margem de erro de ± 4,18%.

 

Conselho Diretivo

Presidente da ANMP diz estar na hora

de ultrapassar o tabu da regionalização

Os municípios consideram que está na hora de “ultrapassar o tabu da regionalização” e vão empenhar-se para a concretização das regiões administrativas, afirmou o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado ler mais .

CD19102201

Conselho Geral aprovou regulamento, programa

e temas do XXIV Congresso da ANMP

O Conselho Geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) reuniu, na sede da Associação, em Coimbra, analisou a preparação do XXIV Congresso da ANMP, que decorre nos próximos dias 29 e 30 de novembro, em Vila Real ler mais

CG1910111

 

Estudo de boas práticas e condições de construção

de plataformas de gestão de informação nos Municípios

foi apresentado e debatido na ANMP

Um Estudo de boas práticas e condições de construção de plataformas de gestão de informação necessária à geração de inteligência na gestão do território nacional, que se encontra a ser desenvolvido pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), com financiamento do programa Compete 2020, foi apresentado e debatido, com autarcas, na sede da ANMP.ler mais

PGI190903